O Pantanal é um dos mais valiosos patrimônios naturais do Brasil.
O Pantanal é um dos mais valiosos patrimônios naturais do Brasil.

Maior área úmida continental do planeta - com 140 mil km2 em territorio brasileiro - destaca-se pela riqueza da fauna, onde dividem espaço 650 espécie de aves, 80 de mamíferos, 260 de peixes e 50 de répteis.

As chuvas fortes são comuns no Pantanal. Os terrenos, quase sempre planos, são alagados periodicamente por inúmeros córregos e vazantes entremeados de lagoas e leques aluivais. Ou seja, muita água. Na época das cheias estes corpos comunicam-se com as águas do Rio Paraguai, renovando e fertilizando a região. Contudo, assim como os demais ecossistemos brasileiros onde a ocupação predatória vem provocando destruição, a interferência no Pantanal também é sentida.

Embora boa parte da região continue inesplorada, muitas ameaças surgem em decorrência do interesse econômico que existe sobre essa área. A situação começou a se agravar nos últimos 20 anos, sobretudo pela introdução de pastagens artificiais e exploração das áreas de mata. O equilíbrio desse ecossistema depende, basicamente, do fluxo da entrada e saída de enchentes que, por sua vez, está diretamente ligado à pluviosedade regional.

 

O Pantanal tem passado por transformações lentas mas significativas nas últimas décadas. O avanço das populações e o crescimento das cidades são uma ameaça constante. A ocupação desordenada das regiões mais altas, onde nasce a maioria dos rios, é o risco mais grave. A agricultura indiscriminada está provocando erosões do solo, além de contaminá-lo com uso excessivo de agrotóxicos. O resultado da distruição do solo é o assoreamento dos rios (bloqueio por terra) fenômeno que tem mudado a vida no Pantanal. Regiões que antes ficavam alagadas nas cheias e completamente secas quando as chuva paravam, agora ficam permanentemente sob as águas.

 

Porem, foi em 1989 para cá que o risco de um desemquilíbrio total do ecossistema pantaneiro ficou mais próximo de se tornar uma triste realidade. A razão dessa ameaça é o megaprojeto de construção de uma hidrovia de mais de 3.400 km nos rios Paraguai (o principal curso de água do Pantanal) e Paraná - ligando a cidade de Caceres no Mato Grosso a Nova Palmira no Uruguai. A idéia é alterar, com a construção de diques e trabalho de dragagem, o percurso do Rio Paraguai, facilitando o movimento de grandes barcos e, consguentemente, o escoamento da produção de soja brasileira até o pais vizinho. O problema é que isso afetará também todo o escoamento de águas da bacia. O resultado desse projeto pode ser a destruição do rfúgio onde vivem hoje milhres de espécies de animais e plantas.

 

Biosfera é a designação que se aplica à frágil e fina camada superficial do planeta Terra, onde a vida está Presente

 

PREOCUPADA COM A RÁPIDA DESTRUIÇÃO DO ECOSSISTEMA, E DOS RISCOS QUE ISTO REPRESENTA PARA A PRÓPRIA HUMANIDADE, A UNESCO, ATRAVÉS DO PROGRAMA MAB-man and the Biosphere ( O homen e a biosfera) CRIOU O CONCEITO DAS RESERVAS DA BIOSFERA, DESTINANDO A PROPORCIONAR RECONHECIMENTO INTERNACIONAL DA IMPORTANCIA DO ECOSSISTEMA DO PANTANAL MAIS AMEAÇADO E ESTABELER UMA ESTRATÉGIA PARA SUA CONSERVAÇÃO.

65 999810190 | 65 999712658  


Pescaria e Ecoturismo no Pantanal Norte - Mato-grossense - Barco Hotel São Lucas do Pantanal © Copyright 2017 - Todos os Direitos Reservados
WEB SITE DESENVOLVIDO E HOSPEDADO POR: MRX WEB SITE - WWW.MRXWEB.COM.BR